segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Além do sol


Como uma  borboleta dourada
minha saudade voa a visitar-te...
Sonhando sonhos que são nossos,
voando... subindo cada vez mais alto
Temendo o sol que se faz forte
o peito explodindo e,
impedidos por tal sorte,
diante da distância que existe
teimamos em escalar
montanhas de prazeres mis,
o que parece impossível
é apenas um trava mente;
numa energia incontida,
intensamente envolvidos
atravessamos num raio,
vestido de rubro e dourado
a magestade imponente!
Esta saudade....
faz do sonho realidade!
Meire Jorge

2 comentários:

Marta Rodriguez disse...

Lindíssima sua poesia Meire, parabéns! Lindo também o blog...Abraços.

Rolando disse...

oi moça. tudo blz? muito lindo aqui. apareça por lá. abraços.

Related Posts with Thumbnails