sexta-feira, 20 de novembro de 2009



Quero aliviar o meu cansaço
Na ternura do teu abraço
E esquecer a solidão.
Recompor as forças perdidas
Nas labutas intensas da vida
No aconchego do teu coração.
Buscar nas fontes do amor
O teu carinho que mitiga a dor
Das lutas duras da vida.
Dá-me o teu afetuoso abraço
Que mitiga todo o meu cansaço
E alegra a alma e o coração.
Quero ver no teu semblante
A alma feliz de todo o instante
Que partilhamos todos os dias.
A tua voz que bem conheço
Afastará o mal de que padeço
E trará paz ao meu coração.
Nas janelas da sua alma
Vejo toda a doce calma
Que reina no seu interior.
Embala-me no teu regaço
Perdoa-me o meu fracasso
E me chama de meu amor.
Só assim me tranqüilizo
Sinto-me em pleno juízo
E me acalma o coração.

Narciso de Oliveira

3 comentários:

Adroaldo Bauer disse...

http://www.youtube.com/watch?v=x6ToqVt68sE&feature=player_embedded

é uma certeza única

EDUARDO POISL disse...

Hoje passando para de agradecer a visita no meu blogger e ler este poema maravilhoso.

"Se tiver que amar, ame hoje.
Se tiver que sorrir, sorria hoje.
Se tiver que chorar, chore hoje.
O ontem já se foi e o amanha talvez não venha".

(André Luiz/Chico Xavier)

Abraços, um lindo final de semana com muito amor e carinho.

Si Wasabi disse...

Muito bonito esse poema, vou deixá-lo guardado aqui no meu computador!
Bjsss

Related Posts with Thumbnails